Dave Mustaine diz que Peter Steele “tinha um dos maiores corações” dentre seus conhecidos

Deixe um comentário

21 de abril de 2010 por osagaz

Por Ricardo Pierre

A morte do grandalhão Peter Steele (o terceiro da esquerda para a direita), baixista e vocalista do Type O Negative provocou uma série de mensagens de condolências de fãs famosos. Dessa vez, Dave Mustaine, líder do Megadeth, postou no fórum do site TheLiveline um pronunciamento sobre a morte deste ícone do Metal.

“Eu gostaria de dizer um adeus muito sentimental a um querido amigo, Peter Steele, do Type O Negative”, disse Mustaine. “Peter morreu na noite de quarta-feira, dia 14, de um ataque cardíaco, apesar de não sabermos o que acontecia, como ele morreu e as causas de sua morte. Eu sei que o ataque cardíaco de Peter foi uma grande explosão, pois esse cara tinha um dos maiores corações dentre meus conhecidos. De qualquer jeito, sentiremos muita saudade, irmão. Deus te abençõe, e em breve nós nos veremos no paraíso Heavy Metal”.

Além de Mustaine, integrantes de bandas como Lacuna Coil, Biohazard, Exciter, Life of Agony, Icarus Witch, Machine Head, Inhuman, Opeth, Black Sabbath, Kreator e do próprio Type o Negative lamentaram a morte do músico, que se preparava para compor o oitavo álbum de estúdio de seu grupo, previsto para 2011.

Steele, cujo nome verdadeiro era Petrus Ratajczyk, nasceu no dia 4 de janeiro de 1962, no Brooklyn, em Nova Iorque. Foi integrante de duas das mais importantes bandas de Metal da história, o Carnivore, nos anos 80 e o Type O Negative, banda que obteve considerável sucesso nos anos 90, com discos como Bloody Kisses (na foto abaixo), de 1994, e October Rust, de 1996, dentre outros.

Líder de uma das bandas de Metal mais bem sucedidas durante a onda grunge, Steele lutou contra a depressão e o forte vício em álcool e cocaína durante boa parte de sua carreira. Passou um tempo na prisão, em 2005, por espancar e ameaçar de morte um homem que se envolveu com sua namorada. Ainda em 2005, uma mensagem divulgada no site oficial da banda, com os dizeres “(P)eter Steele – 1962-2005. Finalmente livre…” assustou muitos fãs. No entanto, tudo não passou de uma brincadeira, que divulgava o contrato do Type O Negative com a SPV Records.

Steele, que possuia uma voz muito grave e sorumbática, também era conhecido por seu bizarro humor negro e sarcástico. Isso ficava evidente nas capas de seus discos. A do primeiro, Slow, Deep and Hard, de 1991, mostrava um close de um coito anal. A capa do segundo disco do grupo, The Origin of the Feces (“a origem das fezes”, em português), lançado em 1992, mostrava um ânus masculino, que acredita-se ser o do próprio Steele. Desta vez, a arte do álbum gerou protestos por parte da Roadrunner Records, e banda concordou em trocá-la por uma ilustração verde e preta de Danse Macabre, trabalho do pintor alemão Michael Wolgemut, de 1493.

O último disco do Type o Negative, Dead Again (“morto novamente”), foi lançado em 2007.

Fonte: Blabbermouth

Crédito das imagens: Metal Archives

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: